segunda-feira, 28 de abril de 2014

mOmma lança no Brasil Kit de Introdução Alimentar

Ana Silva
Rojas Comunicação
Tel: (11) 3675-4940 / 3873-6261 / 9 9339-8585
rojas.assessoria@uol.com.br
 
 
mOmma lança no Brasil Kit de Introdução Alimentar

A marca americana de sucesso Lansinoh, especializada em cuidados durante a amamentação, tem orgulho de apresentar a mOmma, uma inovadora linha de produtos especialmente desenvolvida para entreter e estimular o desenvolvimento dos bebês. Essa premiada linha com design italiano auxilia os bebês durante a introdução de alimentos sólidos. A marca combinou cuidadosamente forma, estilo, movimento e cor para transformar cada momento da refeição dos bebês em uma experiência de crescimento, aprendizado e diversão. Sabe aqueles momentos desgastantes em que a mãe vai alimentar a criança e não sabe quem se suja mais? Acabaram. Agora o que era impossível se tornou a realidade do dia a dia entre mãe e filho: a criança pode comer e brincar ao mesmo tempo e, o melhor, sozinha. Desenvolvidos para ajudar a criança ter uma alimentação independente e de forma lúdica, os produtos mOmma possuem movimento de "João-Bobo", que entretem e estimula o aprendizado dos bebês durante as refeições, além de prevenir que a ponta do produto entre em contato com as superfícies, garantindo máxima higiene.

A marca acaba de lançar no Brasil o Kit de Introdução Alimentar, indicado para crianças a partir de 06 meses, contendo um Prato Térmico, uma Colher e um Garfo.  O Prato Térmico, com dois compartimentos para separar comidas, possui uma câmara para água que mantém a refeição do bebê morna ou fria por mais tempo, e tem base arredondada e antiderrapante para prevenir desperdícios. A Colher de Ponta Macia, vencedora do prêmio "Parent Tested, Parent Approved", e o Garfo de Dois Dentes possuem ponta de silicone, garantindo segurança ao introduzir talheres ao bebê. Os talheres possuem design arredondado e aderente para que os bebês consigam segurar facilmente e iniciar a alimentação independente, além de possuir também uma capa protetora que  serve como cabo extensor. Todos os produtos mOmma são BPA Free e podem ir ao microondas e na lava-louças
.



SERVIÇO:

Site: www.mommabrasil.com.br
Preço do kit: R$99
 
Divulgação: Rojas Comunicação
(11) 3675-4940 / 3873-6261

quarta-feira, 23 de abril de 2014

como comprar veneno para barata francescinha

como comprar com segurança o veneno que mata imediatamente as baratas francesinhas

comprar



domingo, 20 de abril de 2014

quer a foto do seu bebe neste blog

O bebe de desta semana é linda Talita filha da Katia ,quer ver a foto de seu bebe nas postagem deste blog .e só postar no comentário quero a foto do meu meu bebe neste blog.não è uma gata a Talita parabêns aos pais!!


segunda-feira, 14 de abril de 2014

Refluxo Reação comum depois da mamada



Regurgitações são normais e vômitos só merecem atenção quando fazem a criança perder peso.
A alimentação do recém-nascido ocupa a maior parte do tempo e das pre-ocupações das mães. Muito natural: nos primeiros meses, além da função nutricional, ela é a fonte de comunicação, conhecimento mútuo e construção de uma relação afetiva entre os dois. Por isso costuma ser encarada como uma das mais importantes responsabilidades maternas. E quanto mais intenso for esse sentimento, mais a mãe se aflige com qualquer reação inesperada do bebê. Como as golfadas de leite, depois da mamada, que levam muitas delas, aflitas, a recorrer ao médico: "Doutor, ele está devolvendo todo o leite!"

Não, não está. Os lactentes regurgitam apenas uma pequena parte, e não todo o leite ingerido, após a mamada. Cerca de 50% dos bebês apresentam essas "devoluções", que não acontecem em todas as mamadas. Elas podem começar já nas primeiras semanas e persistir até os 6 meses. A razão está numa imaturidade funcional do esfíncter esofagiano, uma espécie de válvula, cuja função é impedir o retorno do conteúdo do estômago para o esôfago. A imaturidade provoca episódios de relaxamento no esfíncter, resultando na regurgitação.

Bebê glutão
Não é regra, mas as regurgitações são mais freqüentes nos bebês glutões, que mamam com voracidade e muitas vezes em excesso. Deles, após uma "refeição" ávida e barulhenta, as mães podem esperar um grande arroto, para eliminar o ar ingerido junto com o leite, e uma bela golfada com seu peculiar cheirinho azedo. Essas ocorrências, também comuns nos bebês menos vorazes, são normais: não causam desconforto nem exigem da criança qualquer esforço, muito menos interferem no seu ganho de peso.

Vômitos
A mãe deve ficar atenta quando as devoluções de leite vêm, com freqüência, na forma de vômito. No caso do bebê alimentado com mamadeira, esse pode ser um sintoma de alergia à proteína do leite de vaca. Filhos de pais alérgicos, principalmente se desmamados precocemente, estão mais sujeitos ao problema. Leites especiais, cujas proteínas são quebradas em pequenos fragmentos, tendo seu poder alergênico diminuído, costumam ser indicados para eliminar o sintoma. Outra alternativa é identificar o alérgeno responsável e excluí-lo da dieta da criança.

Refluxo
Vômitos após a mamada também podem ser sinal de refluxo gastroesofágico, provocado não só pela imaturidade do esfíncter esofagiano como pela presença de ácido estomacal no esôfago. Na maioria dos casos, o distúrbio se resolve naturalmente até os 12 ou 18 meses, e muitas crianças apresentam melhora já por volta dos 6 meses. Mas em 5% dos lactentes, o problema evolui para a doença do refluxo gastroesofágico, com outros sintomas, além do vômito. A criança perde peso, apresenta chiado no peito, crises de apnéia (falta de ar), otites, irritabilidade e choro intenso. É a permanência do ácido estomacal no esôfago, que começa a provocar lesões nos tecidos, a responsável por essas alterações. O tratamento envolve desde orientações quanto à melhor posição de amamentar até intervenções com medicamentos. Em casos excepcionais, quando o problema persiste por vários anos, pode ser indicada uma cirurgia.

Amamentar
A ocorrência de vômitos e regurgitações não é justificativa para desmamar a criança. Equivocadamente, algumas mães associam essas manifestações ao leite materno. Mas elas podem ocorrer tanto com o leite do "peito" como com o leite de vaca, por se tratar de uma disfunção do esfíncter. Portanto, não é o caso de suspender a amamentação natural. Ao contrário, ela é o melhor tratamento preventivo contra as do-enças infantis e, em especial, contra manifestações alérgicas da criança.



De olho na nutrição

Após as regurgitações ou vômitos do bebê, muitas vezes as mães não sabem se a criança ficou suficientemente alimentada. A dúvida surge mais na mãe que amamenta ao peito, já que ela não vê o quanto o filho mamou. Mas não é preciso oferecer de novo o peito ou a mamadeira, pois as golfadas representam a eliminação de pequena parcela do leite ingerido. Em todo o caso, o melhor jeito de a mãe saber se o bebê está bem alimentado é ficar atenta ao ganho de peso e à rotina de sono da criança.

Ganho de peso.
A criança amamentada no peito recebe cerca de 750 a 900 ml de leite diariamente, engordando de 20 a 30 gramas por dia nos primeiros meses. O recém-nascido perde 10% do seu peso de nascimento, recuperando-o por volta do décimo dia.

Sono.
Após cada mamada, o período de sono do bebê varia de 2 a 4 horas. Sono tranqüilo, nesses intervalos, indica saciedade. Ao recém-nascido, deve-se oferecer o peito sempre que ele desejar e pelo tempo necessário para que fique satisfeito. Nas primeiras semanas, a mamada pode durar até 40 minutos, diminuindo progressivamente, porque o bebê passa a ter mais vigor na sucção.

domingo, 13 de abril de 2014

Parto Normal - Projeto Via Lactea

Parto Normal - Projeto Via Lactea

Parto hospitalar de gêmeos VBAC, nascimento Mariana e Levi - 27/nov/2009

PATRÍCIA ABRAVANEL ESTA GRÁVIDA DE UM MENINO

Grávida do primeiro filho, Patrícia Abravanel estaria grávida de um menino.
Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, desta terça-feira (11), a apresentadora deve dar a notícia ao público no ar, durante seu programa.  
O herdeiro é fruto do relacionamento da filha do Silvio Santos com o ex de Sabrina Sato, Fábio Faria.  
Confirmação
Após a divulgação pelo jornal, Patrícia usou as rede sociais para confirmar a informação.
Em seu Instagram, ela publicou uma foto em que aparece brincando com um balão azul.
— Menino! Olha a cara do pai de alegria. Que Deus abençoe com muita saúde!
Leia mais
TV Fama: Fabíola Reipert faz parceria com Bacci:

sábado, 12 de abril de 2014

calcule seu parto

calcule a data de seu parto

Você já quebrou a cabeça fazendo as contas e vasculhou o calendário? Use nossa calculadora para descobrir a data prevista para o nascimento do seu filho.

Qual foi o primeiro dia da sua última menstruação?

 


http://brasil.babycenter.com/calculadora-da-gravidez#ixzz2yhE3cpHd

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Lançamento da Lansinoh para alívio na amamentação chega ao Brasil


Tel: (11) 3675-4940 / 3873-6261 / 9 9339-8585
rojas.assessoria@uol.com.br
Lançamento da Lansinoh para alívio na amamentação chega ao Brasil
    A marca Lansinoh, número 01 em produtos para amamentação, acaba de trazer ao Brasil a Terapia 3 em 1 para Seios TheraPearl. São compressas atóxicas, sem látex e 100% livres de bisfenol A (BPA Free) que proporcionam o máximo de conforto e praticidade para a mamãe. Desenvolvida por médicos e aprovada por consultoras de amamentação, o produto possui design exclusivo que se encaixa perfeitamente ao seio, fornecendo alívio 360 graus. As compressas podem ser utilizadas quentes ou frias. Se usada quente (aquecida por 15 segundos no microondas) pode suavizar a dor, inchaço, dutos obstruídos e mastites associadas à amamentação. Já a compressa fria serve para aliviar o ingurgitamento, as famosas “mamas empedradas”. Ela ainda pode ser utilizada morna com a bomba tira-leite para auxiliar na descida do leite. As compressas são reutilizáveis e podem ser higienizadas com sabão neutro, detergente ou álcool. A consultora de amamentação Patrícia Tsukada alerta que nos primeiros dias após o parto alguns problemas podem ocorrer nas mamas dificultando a amamentação. Patrícia dá algumas dicas simples de como superar essas dificuldades.
Como melhorar o ingurgitamento
O ingurgitamento é o inchaço das mamas, que ocorre quando o leite desce deixando a mama pesada, quente e dura. A mamãe deve, em primeiro lugar, amamentar frequentemente para aliviar o peso da mama. Pode-se também ordenhar o leite manualmente ou com uma bomba tira-leite para deixar a mama macia e facilitar a pega do bebê, além das compressas frias para ajudar no tratamento.
O que é mastite e o que posso fazer para melhorar?
Quando o duto bloqueado ou ingurgitado não é desobstruído, o tecido mamário é infectado, deixando parte da mama vermelha, quente, inchada e amolecida - a chamada mastite. Nesse caso, a mamãe não se sente bem e tem febre. Algumas dicas para aliviar a mastite são:
   
-    Observar a posição correta da mamada
-    Mantenha o bebê mamando frequentemente do lado que estiver inchado
-    Massagear delicadamente a parte inchada em direção ao mamilo
-    Fazer compressas quentes/mornas diretamente na mama antes da amamentação, entre os intervalos de amamentação ou durante a ordenha de leite para aliviar a dor e a inflamação
-    Antibióticos e outros tratamentos indicados pelo médico para tratar a mama inflamada
-    Se mamãe não quiser amamentar o lado infectado , deve se ordenhar o leite
-    Deve se retirar o leite várias vezes ao dia
O que fazer para o bebê fazer a pega correta quando a mama está muito cheia?
Você pode fazer uma compressa quente/morna diretamente na mama para facilitar a descida do leite, e em seguida ordenhar o leite para que a mama fique macia, facilitando a pega correta para uma mamada eficiente.
O que fazer para facilitar a descida do leite na hora da ordenha?
Você pode fazer compressa quente/morna diretamente na mama antes da ordenha, ou se você tiver a Bomba Tira leite pode colocar a compressa morna em volta da flange da bomba durante a ordenha de leite para facilitar a descida do leite.
SERVIÇO:

Preço: R$139,90

Onde Comprar: http://www.lansinohbrasil.com.br 
Divulgação: Rojas Comunicação 
(11) 3675-4940 / 3873-6261

quarta-feira, 9 de abril de 2014

quinta-feira, 3 de abril de 2014